Fato ou fake?

Anticoncepcional causa infertilidade? Mulheres são mais inférteis que homens? Quando o assunto é fertilidade, muitos pontos são tomados como verdade, mas será que é assim mesmo? Conheça alguns fakes muito comuns sobre o tema.

Fato ou fake?

Tomar pílulas anticoncepcionais por vários anos aumenta as chances de infertilidade.

FAKE

Estudos não mostraram uma relação entre infertilidade e o uso da pílula por um longo período de tempo.13
Assim como muitas mulheres, você pode ter usado pílulas anticoncepcionais por diversos anos para evitar cuidadosamente uma gravidez indesejada. Quando você estiver pronta para engravidar, caso a gravidez não ocorra imediatamente, você pode até questionar se isso tem relação com os anos anteriores de tratamento com o anticoncepcional. No entanto, estudos não mostraram uma relação entre a infertilidade e o uso da pílula por um período de tempo estendido.13
Então, as pílulas anticoncepcionais não fazem de você culpada por qualquer dificuldade para engravidar!13

Buscando ajuda

Descobrir que você pode ser infértil pode ser triste e até angustiante. Se sentir sobrecarregada sobre seu futuro é completamente normal, e pode ser que você precise de mais apoio daqueles próximos a você.

Você deve falar com um médico sobre sua fertilidade se:

• Você tiver menos de 35 anos de idade e já esteja tentando engravidar por 1 ano ou mais3

• Você tiver mais de 35 anos e já esteja tentando engravidar por 6 meses ou mais3

Familia segurando o bebê

Fato ou fake?

Mulheres possuem maior probabilidade de serem inférteis em relação aos homens.

FAKE

Homens e mulheres possuem a mesma probabilidade de serem inférteis. Cerca de 1/3 dos casos é causado por problemas com o homem, 1/3 por problemas com a mulher e 1/3 por problemas com ambos os parceiros.1

Três bebês sorrindo

Fato ou fake?

O tratamento de fertilidade significa que teremos gêmeos ou trigêmeos.

FAKE

A chance de um nascimento múltiplo depende de quantos embriões são transferidos. A maioria das mulheres têm um bebê, cerca de 1 em 5 tem gêmeos, e de 1 em 100 tem trigêmeos.4

Referências

  1. Farrow A, et al. Hum Reprod 2002;17(10):2754–2761.
  2. American Society for Reproductive Medicine (ASRM). Age and fertility. A guide for patients. 2012. Disponível em: http://www.reproductivefacts.org/globalassets/rf/news-and-publications/bookletsfact-sheets/english-fact-sheets-and-info-booklets/Age_and_Fertility.pdf. Acessado em: Fevereiro de 2018.
  3. US Department of Health & Human Services. Female Infertility. Disponível em: https://www.hhs.gov/opa/reproductive-health/female-infertility/index.html. Acessado em: Janeiro de 2008.
  4. Ferraretti A, et al. Hum Reprod 2013;28(9):2318–2331.

Conteúdos mais acessados